24H PT OPEN XCR

Por Hugo Martins

 

Foi Sábado, dia 19 de Março que começou esta aventura, para mim pela 1ª vez.

 

Um grande nível de ansiedade, era o sentimento antes de começar. Será que me esqucia de algo? Será que ia correr tudo bem? Avarias mecânicas? Algo que não conseguisse resolver no momento? Será que conseguia pedalar durante toda  a noite? Sem dormir?

 

Enfim, monta-se a tenda, o colchão, o saco-cama, uns quantos bidons de sumo para repor energias nas horas seguintes e está tudo a postos para o toque de saída.

 

Alguns números interessantes: Bebi mais de 15L de águas, sumos e batidos de hidratos com proteina;

Muita fruta, doces (marmelada) bolos, bolachas, massa... enfim.

 

Mesmo assim, parece que perdi mais de 0,5kg de gordura efectiva, e gastei mais de 12000kcal.

 

... a continuar...

 

...

 

Primeira volta e, engarrafamento brutal, muito tempo parado e mesmo assim, 28:09s a primeira volta(relatório completo). O impacto inicial de duas descidas a pique quase ao estilo "drop" que de noite se tornaram um desafio com a humidade a escorregarem por demais.

Mais uma subidita para aquecer, uma descida para tomar o gosto, uma parte rolante para descontrair, e ... um singletrack do melhor, a descer, com direito a Saltos nos momentos de mais adrenalina, curva, contra-curva sobe-se mais um pouco e mais um single a serpentear numa zona de maior densidade de vegetação. BRUTAL. Esta parte foi uma Adrenalina constante, pois o circuito nunca estava igual com tanta gente a passar e com as alterações climatéricas. Primeiro foi secando, depois ficou humido e escorregadio e no fim mais para o pastoso.

 

A parte seguinte presenteou-me com uma paisagem divinal sobre o rio TEJO, Linda de dia, divinal ao por-do-sol, e de noite com a iluminação da lua mais perto da terra em 20 Anos....

 

Mais uma subidita para gerir, e finalmente a longa e penosa subida que apartir de certo ponto passou a ser feita a pé. Só passando lá se percebem as emoções.

 

E pronto estamos no ponto mais alto do circuito, para um último momento de descanso e "curtição" um curto single a descer de ligação à meta, onde ainda se ganhava uma boa velocidade.

 

 

 Nota positiva para o elemento do BTT Malagueira que ainda me deu uma Força e tirou estas fotos, OBRIGADO TERESA! De certeza que ias gostar de fazer o percurso.

E ainda, não sei como agradecer/elogiar o nosso carissimo companheiro DOMINGOS por ser quem é e como é, pois fez-me muita companhia e deu-me animo de manhã quando estava frio e já não me apetecia sair da tenda :) Depois de ele estar a pedalar há horas e ter pedalado muito de madrugada ... "Epá vieste cá para dormir na tenda ou para pedalar? "

"- com este frio não saio daqui"

... enfim...

 

Ainda mais um pormenor, não há como descrever, mas a primeira vez que dei uma volta ao circuito de noite, a passar nos singletracks parecia que não sabia andar de bike... só ao fim de 3 passagens é que me adaptei. Pedalar de noite é um mundo novo eheheheh :)

 

Correu tudo pelo melhor, e Segunda-feira acordo com vontade de pedalar e completamente recuperado... estranho, não?

Desgaste o normal principalmente corrente pela lama.

Alguns problemas com a luz que teimava em desligar(um dos 3 focos), mas o problema foi resolvido depois de algumas paragens.

Vonta de Participar em mais... MUITA!!!!!!!!!!!!!!!

Até à próxima!

 

publicado por Btt Malagueira - Amigos do Pedal às 15:34 | comentar | favorito